.posts recentes

. HAPPY B-DAY TO ME!!

.

. A Thousand Years

. Remember what not to do

. UALG - ESGHT 10 anos

. Dias do caraças!!

. Sapatinho lindo de sua mã...

. Wild

. Pois é!

. Encerramento oficial das ...

.Dezembro 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


.links

Sexta-feira, 3 de Abril de 2009

Voltei...num instantinho :)

 
Desculpem a minha ausência mas motivos de força maior andam a roubar-me o tempo, nos entretantos tive aqui cinco minutinhos ...

Começo logo a abrir com um assunto que anda por aqui e que vai dar panos para mangas e que nunca vai ter fim…como qualquer dia ainda banem de lá os meus comentários devido à extensão dos mesmos decidi vir aqui para o meu espacinho mandar os bitaites que me dão na tola!
Se ainda não foram lá espreitar vão, é um sitio engraçado e de agradável leitura…ali andam todos à volta das relações homem/mulher, traições, perdão ou payback e por ai em diante, ou seja, andamos por ali todos a discutir o sexo dos anjos!
Eu pessoalmente sou uma pessoa realista, meia cor-de-rosinha, mas realista. Acredito no amor, nas relações, no perdão, no diálogo, nas pessoas e no discernimento das mesmas para as situações da vida. O problema é que hoje em dia as relações são como o fast-food, sabem bem mas saciam por pouco tempo…ou melhor as pessoas nunca ficam saciadas e por isso há uma busca constante de um alguém que possa preencher um vazio qualquer! Eu acredito que o amor demora. Um amor é feito de compreensão, diálogo, paciência, risos, lágrimas, bons e maus momentos. Um amor não se perde ao primeiro abalo, isso é para os inseguros, que nesse caso não há muito a fazer e mais do que um amor é preciso ter amor-próprio. Um amor é como uma casa, precisa de bons alicerces, de uma boa base e por isso digo que demora. A paixão é instantânea, é assim aquela coisa que poucos sabem explicar o que é. Eu sobre a paixão só sei dizer “Ui…pfff epah sei lá”…Amor é confiança, são certezas, são borboletas na barriga de manhã à noite, são os defeitos que desaparecem, é cumplicidade!
A traição, essa gaja é uma sacaninha, é a nuvem que lá no fundo todos temos, mas está à vista, passeia de mãos dadas connosco na rua como a crise…e isto é uma tristeza, a traição porque a crise já nos habituamos todos, aqui falamos dos vários motivos para trair e eu pergunto cá para os meus botões, há mesmo motivos normais que levem alguém a trair a outra pessoa? Porque é que em vez da traição não se acaba logo tudo? Nesta perspectiva quem é mais comodista, a pessoa que trai e não diz nada porque ainda quer os outros braços (????) ou a pessoa que até ouve e no fim perdoa? Aqui fico na duvida.
Pessoalmente não concebo trair a pessoa que está comigo, mas também não vou dizer nunca nem condenar quem o faz ou já o fez, os telhados são de vidro e nunca se sabe!
Eu acredito hoje, amanhã e depois. Eu vou acreditar sempre porque mesmo que se feche uma porta irá sempre abrir-se uma janela!
 
Pronto voltei assim com esta conversa da treta mas pronto cá estou!
P.S- pela primeira vez em tempos fiz um texto do inicio ao fim sem perder o fio à meada!
P.S2 – “A alegria evita mil males e prolonga a vida” - Shakespeare (eu vou viver até aos 100 anos)

 

sinto-me: happy
música: Don't worry, be happy

publicado por thestarsareshining às 20:04

link do post | comentar | favorito

5 comentários:
De sanxeri a 3 de Abril de 2009 às 23:06
Nunca traí. Fui recentemente traída pela pessoa que mais amei (e amo). E dói. Dói tanto.

Partiu-me toda, desfez a minha felicidade por completo.

Depois de uma dor assim, só se eu fosse muito estupida e egoista traíria alguem.


De thestarsareshining a 4 de Abril de 2009 às 20:00
De facto só sabe o que isso é quem passa por essas situações...como eu costumo dizer, o amanhã vai ser sempre melhore o sol vai brilhar mais:) um beijinho**


De Mickey a 4 de Abril de 2009 às 14:25
Boooooooooooooooooring


De thestarsareshining a 4 de Abril de 2009 às 20:01
Mickey,
Vai ver se ali ao virar da esquina está a chover sim honey:p


De Lilis a 5 de Abril de 2009 às 16:14
são assuntos tão delicados!
eu, que eu saiba, nunca fui traída e nunca traí.
e não sei bem como me envolver com alguem desde q a minha ultima relação terminou. já passou mais de meio ano e com o tempo so o meu amor cresceu, por mais q eu fizesse de conta que não.

gostei bastante deste blog :)*


Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.arquivos

.tags

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds